quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Aviva Jovem 2015


Aviva, ó Senhor, A tua Obra - A Mulher Avivada

1.     A mulher avivada se sujeita a seu marido.

Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; (Efésios 5:22)
De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. (Efésios 5:24)

O Que é sujeitar-se? Essa sujeição não é imposta, pois Cristo não impõe ninguém a lhe servir. Essa sujeição é voluntaria, a esposa não está sob nenhuma obrigação. Voluntariamente ela se submete ao seu esposo por amor.
Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra; 
(1 Pedro 3:1)


2.     A mulher avivada se veste com pudor e modéstia.

Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos,
Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.
(1 Timóteo 2:9,10)

3.     A mulher avivada é Virtuosa

Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
Provérbios 31:10

A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridão nos seus ossos. Provérbios 12:4

O que é ser virtuosa? Virtude é uma qualidade moral. É a disposição de um indivíduo de praticar o bem.

O livro de Provérbios 31:11-15 exemplifica a mulher virtuosa:

O coração do seu marido confia nela, e não haverá falta de ganho.
Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida.
Busca lã e linho e de bom grado trabalha com as mãos. É como o navio mercante: de longe traz o seu pão. É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento à sua casa e a tarefa às suas servas.
____________________________________________________________________________________________________
Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.
Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também,
e ele a louva.
Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. (Provérbios 31:26-30)

No amor de Cristo, seu irmão
Rafael Willison

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Aviva, ó Senhor, A tua Obra - O Homem Avivado

“eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24.15).
  
Para que possamos desfrutar de um avivamento em nossa igreja, primeiramente devemos iniciar um avivamento em nosso lar. O avivamento no lar deve ser iniciado pelos cabeças, homens que Deus constituiu como chefes de família, estes por sua vez devem se esforçar para construir uma família segundo o padrão da Palavra de Deus. Enquanto não formos uma família bíblica, jamais seremos uma família avivada, e, consequentemente jamais seremos uma igreja avivada. Enquanto os cabeças não se posicionarem de acordo com a Palavra Deus, suas famílias jamais serão avivadas. Vejamos as características de um homem avivado: 


1.     O homem avivado ama a lei do Senhor (Palavra de Deus). 

Oh! quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia. (Sl 119:97)

Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.  (Sl 1:2)

  
2.     O homem avivado ouve, lê e pratica a Palavra de Deus. 
  
Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas ( Apocalipse 1:3)

Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. (1 Timóteo 4:13)

  
3.     O homem avivado procura ser sincero e irrepreensível. 
  
.. sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo   ( Filipenses 2:15)
Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. ( 2 Timóteo 2:15)

  
4.     O homem avivado cria seus filhos na doutrina do Senhor. 

E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.( Efésios 6:4)
Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele. (Provérbios 22:6)

5.     O homem avivado ama sua esposa. (Efésios 5.25-33) 

a.               Amar a esposa é dedicar-se a ela. 

Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela (Efésios 5.25) 

b.     Amar a esposa é adorná-la, santifica-la, lavando-a com a Palavra de Deus. É responsabilidade do marido discípular sua mulher.
  
Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,
Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. (Ef 5.26-28)

c.      Amar a esposa é prover seu sustento. 

Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;
Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos.
Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher;  e serão dois numa carne.
Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido. (Efésios 5:29-33)



Neste Estudo aprendemos, a luz da Palavra de Deus, os aspectos de um homem avivado. Na continuação dessa série de estudos, iremos abordar os aspectos da mulher avivada. Se você está realmente interessado em ser um crente avivado, não deixe de ler o próximo capítulo. 

No amor de Cristo, seu irmão
Rafael Willison

Aviva, ó Senhor, A tua Obra - O Que é Avivamento?

E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé. Romanos 13:11 

O termo avivamento vem do verbo “avivar”, que significa “tornar mais vivo, estimular, tornar mais nítido, ativo e intenso”. O verbo hebraico hyh (avivar) tem o significado primário de "preservar" ou "manter vivo". Porém, avivar não significa somente preservar ou manter vivo, mas também purificar, corrigir e livrar do mal. O significado da palavra avivar que vem do Latim pode ser interpretado da seguinte maneira: viver de novo, receber novamente uma vida que quase expirou; reacender a chama da faísca que quase foi extinta.  

Um autêntico avivamento vai muito além das manifestações dos dons que presenciamos em nosso meio (falar em línguas, profetizar, curar, operar sinais e prodígios, etc.). Por mais que as manifestações dos dons espirituais não sejam indícios de um autêntico avivamento, não podemos afirmar que as mesmas não estão em evidência ou que não tenham apoio bíblico. A Bíblia está repleta de passagens que mostram a operação do Espirito Santo no seio da igreja (At 2.1-6; 19.5,6; 21.8,9; 1 Co 12.4-11; 14.15). O próprio apóstolo Paulo incentiva a igreja a procurar com zelo os dons espirituais (1 Co 14.1). Os dons espirituais são de grande importância para a edificação da igreja do Senhor (1 Co 14.12).  

Manifestações como o cair do espírito, a unção do riso, as revelações extra bíblicas, a unção dos quatro seres e o movimento do reteté, não são evidências de um avivamento, muito pelo contrário, são evidências do aumento da apostasia. Tudo deve passar pelo criterioso crivo da Bíblia Sagrada, se reprovado, deve ser condenado abertamente (Ef 5.11). No entanto, minha intenção não é discorrer um estudo sobre heresias, mas sobre o autêntico avivamento bíblico. 

Claudionor de Andrade nos deu a seguinte definição sobre avivamento: 

“O avivamento pode ser definido como o retorno aos princípios que caracterizavam a Igreja Primitiva. É o retorno à Bíblia como a nossa única regra de fé e prática. É o retorno à oração como a mais bela expressão do sacerdócio universal do cristão. É o retorno às experiências genuínas com o Cristo, sem as quais inexistiria o corpo místico do Senhor. É o retorno à Grande Comissão, cujo lema continua a ser: "...até aos confins da terra..." O avivamento, enfim, é o reaparecimento da Igreja como a agência por excelência do Reino de Deus” (Fundamentos Bíblicos de um Autentico Avivamento – CPAD – Ano 2004). 

Se você está curioso para aprender por onde devemos iniciar um autentico avivamento, não deixe de ler o próximo capítulo.

No amor de Cristo, seu irmão
Rafael Willison
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...